quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Não sou vulgar ... Sou apenas mulher querendo Amar!


As palavras nada proíbem.
Quem proíbe, pouco entende o brilho úmido dos lábios que se entreabrem,
e do pênis as grossas túmidas veias e a ansiosa glande; ou ainda, se percebe, os desentende:
Quantas meninas houver desflorado, tanta a sanha de calar o que todos fazem em cada volta
que a Terra dá, e nas que deu e nos bilhões que dará, ocultando sob os telhados e sob as árvores o lutar de corpos que leva voando no espaço.
De que adianta ter pudor, se dois humanos ensaiam longamente na boca e pele que se mordem e nos pêlos afagados que se orvalham a rigidez e a penetração do membro?
A vida também é as mãos apalparem indagando os seios, o clitóris rodarem como aos mamilos, para que as femininas mãos apertem o membro e o masturbem, deixando as marcas das unhas dessa esfomeada fêmea em ti. (ash, ash)
Nada, pois, impede de cantar-se a luxúria, os pêlos, a tesa pele, o confundir vultos, o segredo de cada vez descoberto ou inventado, a língua, as mãos, os dedos exatos e o mais penetrando tudo que o corpo abra, e a garganta grite, e os dentes exijam, e as coxas apertem e logo se abram, e pernas e calcanhares prendam, e as unhas cravem, e o ventre salte no movimento tão antigo das marés vivas – materna origem – e a vulva acompanhe em calculadas contrações o falo que mergulha e sai, e assim tenha o saber herdado dos moluscos do mar. Pudor de escrever o penetrar de corpos cada dia tão diverso, quantos são os dias?
O membro usa o comprimento e a dureza.com a lucidez e o gozo de senti-lo nos lábios que o recebem, no desespero de resistirem e à sede de o abraçarem e medirem, suor de sal, distantes ondas, olhos brancos loucos de lua, quando do telúrico vulcão ao longe os gemidos vêm subindo, no ritmo dos quadris que aceleram e da respiração que arfa,
e as palavras ditas na noite, segredadas, de quem sábio alteroso se navega e indica o norte para que nada se perca, já a lava começa a premente subida da medula do corpo à ponta do ventre, e os gemidos crescem e se apressam, misturados às palavras, misturando-se tudo, nada mais tem limite, ninguém mais tem sexo, somos agora iguais, me envolvo em ti, e você se envolve em mim, que loucura... Quem somos nós?! Ainda guiando e logo perdidos, obscenas em gritos e rugidos, que limitam a noite à cama, explodidas nos saltos do membro que o esperma ejeta e a carne profunda, apertando, ávida, sorve, e chama na perdição que não é subir a astros, mas esvair-se em vida pra semear o mundo.
Logo lentos os corpos esfriam e dormem. Para depois haver a manhã e da vida
o labor salvar-se nas noites que virão, e em seus barcos mais um dia navegar no tesão!
Autora: Danielle Georg

17 comentários:

Anônimo disse...

Antes de tudo queria parabenizá-la Danielle pelo gênial texto. Pq ñ falar de algo tão belo, tão natural e puro como o sexo? E vc soube expressar tudo o q acontece quando se faz amor com espírito.
Vulgaridade? O q é isso? Ñ deve existir pudor entre duas pessoas q se confiam, vale tudo. É o prazer da interação da carne...
O texto vai ganhado vida e envolvendo o leitor a cada instante!
Muito bom

Anônimo disse...

¡Poema hermoso! ¡muy creativo!

E está correcto ¿Cómo el sexo puede ser vulgar entre dos personas que si aman? ¡Nunca!

Anônimo disse...

Uno pregunta: ¿ oyó ya la incursión cerca a caballo de los valquírias ( La cavalganda del Valquírias, como hablas o brasileños ), de Wagner?

¿Entonces, persona sabia , quién Wagner cuando estaba compuesto esta música, intentó crear de forma imaginaria un acto sexual?

Anônimo disse...

Acaso, comprueba ya la película: ¿el imperio de los sensores? ¿ película japonesa, Qué cuenta la historia de uno vagabundo y cafetão y de Sada?

¡Si él no comprueba, entonces veo que ...... recomiendo!

Anônimo disse...

Una pregunta último y me voy sin embargo:

Sin el deseo ofenderse ( Por lo tanto le admiro muy ): ¿acaso usted es la mujer que desea solamente amar?

Danielle Georg, casada. disse...

Anônimo "Brasileiro", que bom que você gostou e conseguiu captar essa mensagem... Na verdade isso é uma prosa, não um poema. Exatamente para que possa ter essa coisa curiosa do que ocorre e do que vem posteriormente. Grata pela sua visita!!!


Anônimo Espanhol,
Acho que não existe nem poema, nem conto, nem prosa que não nos espelhemos nele, ou numa situação muito, muito excitante e inesquecível.

Bom, quanto ao filme, “Império dos sentidos”, sim, ñ vi apenas uma vez, vi várias vezes, e com a mesma pessoa! Os Personagens tinham o nome de Kitsan e Sada, ele era casado e ela tornou-se prostituta, no desespero de ver ela em outros braços pois eles estavam vivendo de sexo, e precisavam de dinheiro, ele disse que não dava mais para aquele amor doentio e resolveu ficar com a mulher dele que era mais pacata, mas a saudade e o vício do corpo do cheiro dela o fez desesperadamente voltar, mas ele não a encontrou e pegou a mulher que foi lá assear o quarto. Ahahahah, pura orgia, e cumplicidade. Ele começou a perceber que aquilo não tinha limite para sada, o sexo foi ficando mais violento e forte, ela enrolou um lenço em seu pescoço, e o matou quando gozou. Posteriormente, cortou seu membro sexual, e ficou andando como uma louca com ele em suas mãos... (Baseado em fatos reais) Para quem não assistiu, só lamento! Acabei com o filme... rsrsrsrsrsrsrrsrssr Ahahahahahahahahahahah, Mas tem coisas bem interessantes, ainda dá para pegar uma parte do filme... Têm a parte do ovo, a parte da Gueixa velhaca, a parte que ela quase agarra o filho... kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Espanhol, se eu esqueci de algo, me lembre heim.... ahahahahahahahah Apenas vão nos trucidar..rsrsrsrsrrs.

Tá aí, Assistam! Império dos Sentidos. Eu já fiz uma sinopse boa do filme... rsrsrsrsrsrrsrrsrs

Putz, esse filme me deixa muito nervosa! \o/
Abs! Grata a todosssss, um beijãoooooooooooooooooooooooo!

Anônimo disse...

¡Resumen excelente de la película! ¡Usted es una mujer muy inteligente! ¡
La pieza más divertida es cuando la viejo gueixa muer en el acto sexual con kitsan, mucho, muy divertido!

¡Sí, la película fue basado en hechos verdaderos!

Anônimo disse...

! Ahora, nada comparó con una mujer bonita cubierta de frutas encendido en la tabla! ¡Sí, éste es el mejor de todos!
Excitante e inesquecível....há, há, há..! digna de una pintura de Pablo Picasso!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Danielle Georg, casada. disse...

Olá, obrigado aos que visitam meu Blog!

Agora vamos lá para esse "Bruno´" aí... Seguinte: Gotaria de deixar bem claro pro senhor, que o senhor pode ser..., Médico;
que o senhor pode ser...,Advogado;
que o senhor pode ser...,Governador;
que o senhor pode ser..., Presidente dos Estados Unidos.
Mas o Senhor, não tem autonomia sobre meus dedos, tão pouco sobre meu Blog, quem manda nele sou EU.
Seu comentário foi infeliz e acho que se o senhor é "Médico" é completamente inapto a sua função.
Se queres realizar suas fantazias sexuais, veio ao lugar errado, meu blog não é voltado para a sexologia. Procure sites de cntos eróticos, e se me mandou e-mail, não sou obrigada a respondê-lo.

Passar bem! Espero que tenha sido bem clara!(baixaria, ninguém merece!)

Danielle Georg.

Flavio Vaz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

! Querida, borra por favor este post idiota del corno, él me molestó sinceramente…! un gran "palhaço" ( como hablam los brasileños )!

Juan disse...

Otra cosa más: este idiota anónimo no soy ..... YO que soy el Juan....
El doctor?/, se parece más un proscribe......

Danielle Georg, casada. disse...

Sim, vc tem razão Juan, é que eu fiquei triste com esse comentário infeliz dele, ñ sei pq eu repondí, vou excluir as mensagens desse tal de Bruno... Não se preocupe não passou em nenhum memnto pela minha cabeça que fosse vc, até mesmo pq, vc é muito gentil e carinhoso, vc sempre me incentiva, ñ faria nada para me entristecer assim...=]

Beijos Juan, no seu coração!!! Grata por tudo!

Juan disse...

¡No haría ciertamente nada para la entristece! Pero, tenía miedo de la confusión con este “Bruno”.

Un consejo: no escribe nada que puede identificar allí en la calle ( rue o rua, ?como hablam los brasileños?, como por ejemplo, las señales características, tattooings, tan bien como el teléfono o de la dirección de su casa. Yo percibí algo mui malo, más mui malo en este Bruno, él soy una persona enferma o doente mental.

Danielle Georg, casada. disse...

Sim, eu não dou minhas informações, mas para quem quer fazer algo ruim, sabe como é... Mas quem quiser me fazer mal, antes de acontecer vai ter que encarnar muitas e muitas vezes... Sou uma pessoa de bem, mas infelizmente, tem muita gente covarde! Mas eu ñ falo nada não...rs Apenas meus amigos sabem da minha vida.
Abs! E Grata mais uma vez pela sua preocupação....